sexta-feira, 15 de outubro de 2010

Debate político

Por Mateus Martins

     Recebi um email de um petista, falando absurdos. Resolvi respondê-lo de forma completa, esplanando todos os meus argumento. Decidi então publicar o artigo em resposta aqui no blog. Leiam. É longo, mas vale a pena.

     POSICIONAMENTO IDEOLÓGICO
     "(...) líderes religiosos estão (...) divulgando mentiras e calúnias contra a candidata Dilma Rousseff (...) reduzindo o debate político a meramente uma questão de posicionamentos religiosos, escondendo as diferenças entre os programas do PT e do PSDB" (dizia parte do texto que recebi)

     Já começou errado. Primeiramente, para os tais líderes, a ideologia religiosa de um candidato e/ou partido é questão fundamental. Eles acreditam que o posicionamento cristão sobre questões relevantes é questão chave no processo eleitoral, portanto, não estão reduzindo o debate político, no ponto de vista deles, e até devem sim usar da ideologia religiosa para diferenciar um partido e/ou candidato do outro.
     Além disso não trata-se de mentiras e calúnias, mas sim fatos concretos. É bom procurar saber a verdade:

     - Dilma diz que é favorável à discriminalização do aborto:

     - Dilma diz que duvida da existência de Deus:

     O problema maior não está no posicionamento da Dilma quanto essas questões, no meu ponto de vista, ela tem a liberdade de acreditar no que ela quiser. No entanto, ela muda as suas convicções em véspera de eleição, só para não perder votos. Acho isso inadimissível, para mim, isso está acima de uma simples incoerência da parte dela, acredito que isso que ela faz, de mudar de posição sobre diversos assuntos, é falsidade e enganação para com o eleitor. Dilma, tá querendo fazer quem de bobo? A mim, não engana.
     Para vocês terem uma noção da dimensão da falsidade de Dilma, ela que duvidava da existência de Deus, tornou-se, na campanha, devota de Nossa Senhora Aparecida. Dá pra acreditar? Absurdo.
     Aqui, mais um vídeo com alguma de suas incoerências:

    Tomem cuidado, não se deixem enganar. No horário eleitoral ela se faz de santa e boa moça, mas os próprios petistas próximos a ela dizem que ela tem personalidade forte e que é difícil apresentar uma ideia contrária a dela.

     ADMINISTRAÇÃO DE DILMA
     Enfim, esclarecida a verdadeira posição ideológica de Dilma. Vamos à sua gerência no Ministério da Casa Civil e no Ministério de Minas e Energia. Citarei os programas "da Dilma".

     Programa Luz Para Todos, de 2003:
     - Meta: Garantir que 100% das moradias tenham rede elétrica até 2008.
     O programa é uma continuidade do Luz No Campo, criado no governo FHC. Com FHC, avançou de 70% (em 1994) para 90% (em 2002) o número de moradias com rede elétrica. O Luz Para Todos, tinha o objetivo de elevar de 90% para 100% esse número até 2008, no entanto, até hoje, 2010, só 96% foram atingidos, e a meta foi prorrogada pela terceira vez, para 2011.

     Programa Minha Casa Minha Vida, de 2009:
     - Meta: Criar 1 milhão de casas populares para famílias que ganhar até 10 salários mínimos até 2010.
     O programa até hoje entregou cerca de 150mil moradias, 15% da meta atingida (sendo que somente 600 casas foram destinadas para famílias que ganham até 3 salários mínimos - cerca de 0,4%. Uma proporção injusta, uma vez que 90% do déficit habitacional é representado por famílias com renda inferior a 3 salários mínimos). A projeção que é feita, é que o governo conclua o total de 280mil moradias até o final do ano, ou seja, somente 28% da meta inicial será cumprida.
     E já estão falando em Minha Casa Minha Vida 2, no qual a meta é construir 2 milhões de moradias populares até 2014. E então, não vão concluir o 1, já estão falando do 2?

     Programa de Aceleração do Crescimento (PAC), de 2007:
     - Meta: Investir 503,9 bilhões de reais até 2010 em obras de infra-estrutura, cerca de 240 obras.
     Foram concluídas cerca de 25% das obras (60) previstas até hoje, projeta-se que até o final do ano somente 40% (96) da meta inicial será atingida (uma vez que 50% das obras estão em andamento, mas mesmo assim, devido a atrasos, a conclusão de 35% dessas em andamento ficarão para 2011). No entanto, cerca de 25% das obras ainda não se iniciaram, ficarão para o ano que vem, ou seja, 60 obras ficaram por se iniciar em 2011.
     E, também, já falam de PAC 2.

     Enfim, nota-se a incapacidade do governo, principalmente, no âmbito de planejamento da equipe de Dilma Rousseff, em administrar as suas metas, uma vez que pouco do que se esperava foi feito, no entanto, a propaganda que envolve o governo é muito boa, dando a impressão de que tudo está a mil maravilhas.

     OBS.: Dilma não conseguiu administrar os ministérios dos quais fez parte. Ela escolheu uma equipe, na qual confiava, mas que acabou se envolvendo em corrupção (caso Erenice); já imaginaram como ela poderá escolher a equipe presidencial e os seus ministros? Outro fato curioso é que ela teve, na década de 90, uma lojinha de R$ 1,99 no RS, a qual vendia bugigangas importadas do Panamá, e em menos de 1 ano e meio, o que aconteceu? FALIU! Nem isso ela conseguir gerenciar, imaginem a presidência. ISSO SÃO FATOS. Fonte

     O PT
     Um breve resgate da história do PT:
     1985 - O PT é contra a eleição de Tancredo Neves e expulsa os deputados que votaram nele.
     1988 - O PT vota contra a Constituição que mudou o rumo do Brasil.
     1989 - O PT defende o não pagamento da dívida brasileira, o que transformaria o Brasil num caloteiro mundial.
     1993 - Itamar Franco convoca todos os partidos para um governo de coalizão pelo bem do país. O PT foi contra e não participou.
     1994 - O PT vota contra o Plano Real e diz que a medida é eleitoreira.
     1996 - O PT vota contra a reeleição. Hoje defende.
     1998 - O PT vota contra a privatização da telefonia, medida que hoje nos permite ter acesso a internet e mais de 150 milhões de linhas telefônicas.
     1999 - O PT vota contra a adoção do câmbio flutuante.
     1999 - O PT vota contra a adoção das metas de inflação.
     2000 - O PT luta ferozmente contra a criação da Lei de Responsabilidade Fiscal, que obriga os governantes a gastarem apenas o que arrecadarem, ou seja, o óbvio que não era feito no Brasil.
     2001 - O PT vota contra a criação dos programas sociais no governo Fernando Henrique: Bolsa Escola, Vale Alimentação, Vale Gás, PETI e outras bolsas classificadas como esmolas eleitoreiras e insuficientes.

     Quase toda atual estrutura sócio-econômica do Brasil foi construída no período listado acima. O PT foi contra tudo e contra todos. Hoje roubam todos os avanços que os outros partidos promoveram e posam como os únicos construtores de um país democrático e igualitário. Já que o PT foi contra tudo e contra todos desde a sua fundação, fica uma pergunta: em 8 anos de governo, quais reformas o PT promoveu no Brasil para mudar o que os seus antecessores deixaram?

     GOVERNO FHC
     O governo Lula tenta esconder que os avanços conquistados na sua gestão são resultados das políticas socio-econômicas permanentes de governos anteriores, como Itamar Franco e Fernando Henrique Cardoso. Tanto Itamar quanto FHC foram fundamentais para garantir a estabilização econômica do Brasil, por meio da implantação do Plano Real, que colocou fim à hiperinflação descontrolada. Isso garantiu o aumento no consumo das famílias, além de gerar emprego e renda ao povo brasileiro. Além disso, foi no governo FHC que se iniciaram os programas assistêncialistas, como o Vale Gás, a distribuição de Cestas Básicas e leite, o Bolsa Escola e o Bolsa Alimentação (que foram integralizados, originando o Bolsa Família), além do programa Luz no Campo. Outras medidas garantiram o início de uma reforma do Estado com a implementação, por exemplo, da Advocacio Geral da União, da Lei de Responsabilidade Fiscal (que caracterizava-se pelo rigor exigido na execução do orçamento público, que limitava o endividamento dos estados e municípios e os gastos com o funcionalismo público) e do Ministério da Defesa e a implantação do PROER (programa de restruturação do sistema financeiro brasileiro - concentrando e transformando os bancos brasileiros em instituições fortemente fiscalizadas). Outros grandes destaques foram a implantação do gasoduto Brasil-Bolívia, a elaboração de um Plano Diretor da Reforma do Estado (um acordo que priorizaria o investimento em carreiras estratégicas para a gestão do setor público), aprovação de emendas que facilitaram a entrada de empresas estrangeiras no Brasil e a flexibilização do monopólio de várias empresas.

     Enfim, o governo FHC trouxe avanços econômicos, estabilizando a economia, garantindo ao Brasil, o prestígio internacional, progresso do comércio exterior, além de possibilitar o desenvolvimento do mercado interno, criação de empregos e consumo. Também, iniciou os programas sociais. Tudo isso possibilitou o surgimento de um país sólido, capaz de avançar ainda mais no longo prazo, já que as medidas adotadas por FHC foram permanente.
     Coube ao Lula manter essa política e expandi-la. Portanto, os resultados que se colhem hoje foram plantados a muito tempo atrás, e o governo atual não sabe reconhecer isso.

     Se ainda ficou alguma dúvida de que foi o FHC quem mudou VERDADEIRAMENTE o Brasil, veja o vídeo:


     PRIVATIZAÇÕES DE FHC
     Tão contestada pela oposição, as privatizações da Vale, das telecomunicações e da Embraer trouxeram inúmeros benefícios ao Brasil e também aumentaram o poder e o capital dessas empresas.

     Vale do Rio Doce
A Vale é a segunda maior mineradora do mundo e a maior empresa privada do Brasil. É a maior produtora de minério de ferro do mundo e a segunda maior de níquel. A Vale destaca-se ainda na produção de manganês, cobre, bauxita, caulinita, carvão, cobalto, platina, alumina e alumínio.

     1996: a Vale produzia 114 milhões de toneladas de minério de ferro por ano.
     2006: a Vale produz 255 milhões de toneladas de minério de ferro por ano.

     1996: a Vale lucrava cerca de 500 milhões de dólares por ano.
     2006: a Vale lucra mais de 13 bilhões de dólares por ano.

     1996: a Vale era responsável por 13 mil empregos.
     2006: a Vale é responsável por mais de 41 mil empregos.

     1996: a Vale valia R$ 8 bilhões.
     2006: a Vale vale R$ 160 bilhões.

     Em 2008, a Vale tornou-se a 33ª maior empresa do mundo. De acordo com o Financial Times, a empresa é a maior do Brasil em volume de exportações, com quantidade superior à da Petrobrás. Atualmente, a União, através do BNDES, de fundos de previdência e de participação direta, possui um número expressivo de ações da Vale.

     Telecomunicações
     No tempo de nossos pais, um telefone fixo custava o equivalente a R$ 5 mil. O cliente pagava um carnê e esperava meses, até anos, para que a linha fosse instalada. Depois das privatizações, o serviço ficou muito mais acessível, alcançando grande parte do país. As operadoras de celular (Claro, Vivo, Tim...) competem entre si para levar o sinal mais longe e cobrir quase todo o território nacional. Hoje existem mais de 180 milhões de celulares em uso no Brasil. Você consegue imaginar-se sem usar celular ou sem acessar a Internet?

     Embraer
     Em 1994, durante o governo de Itamar Franco, a Embraer foi leiloada, para depois passar por um longo processo de reestruturação e apresentar novos projetos que a tornariam uma gigante de setor.
A Embraer é avaliada em R$ 17 bilhões, além de figurar como a terceira maior fabricante de jatos do mundo. Tornou-se uma das mais importantes blue chips negociadas na Bovespa, e distribui dividendos a acionistas minoritários e funcionários.

     "Não se trata de retórica: ao provocar alívio nas contas fiscais, a desestatização favoreceu o aumento do superávit primário e abriu espaço para a elevação dos gastos públicos, tanto os destinados ao pagamento dos vencimentos dos servidores e às aposentadorias do INSS, como ao custeio dos programas distributivos". Professor William Eid Jr, FVG-SP.

     COMPARAÇÃO FHC X LULA
     Pra mim, governo FHC e Lula são momento distintos, onde cada um teve metas diferentes. Por exemplo, o enfoque o FHC foi estabilizar a economia, enquanto Lula, foi o de manter a estabilidade garantindo inclusão social. No entanto, já que é pra comparar, vamos lá.

     Dados são informados até o ano mais recente de publicação dos mesmos pelos institutos responsáveis por sua manutenção.
     Quando os anos não fecham com o início e fim dos governos há um hiato na divulgação de estatísticas e o ano mais próximo é utilizado.
     As fontes são confiáveis. Tratam-se de dados estatísticos comprovados, qualquer dúvida, verifique no site: http://pt-br.governobrasil.wikia.com/wiki/Governo_Brasil_Wiki

     Índice de Desenvolvimento Humano 
     O Índice de Desenvolvimento Humano, um dos principais indicadores do nível de vida da população de um país, cresceu muito mais durante o governo Fernando Henrique que durante o governo Lula. Isto significa que a qualidade de vida do povo Brasileiro melhorou de forma mais acelerada no governo anterior que no governo atual.

     De 1995 a 2000 (FHC) cresceu 7,62% ou 1,48% ao ano
     De 2000 a 2007 (Lula) cresceu 2,91% ou 0,41% ao ano

     - Brasil só superou o crescimento médio mundial de 1995 a 2000

     Acesso à Rede de água
     O percentual de domicílios com acesso à rede de água potável encanada, condição praticamente básica à dignidade humana nos dias atuais, cresceu de forma muito mais rápida durante o governo Fernando Henrique que durante o governo Lula.

     De 1994 a 2002 (FHC) cresceu 42,09% em número absoluto ou 4,49% ao ano
     De 1994 a 2002 (FHC) cresceu 9,33% em proporção do total ou 1,12% ao ano

     De 2002 a 2007 (Lula) cresceu 19,22% em número absoluto ou 3,58% ao ano
     De 2002 a 2009 (Lula) cresceu 4,02% em proporção do total ou 0,57% ao ano

     Acesso à Rede de esgoto
    A quantidade de domicílios com acesso à rede de escoamento de esgoto, critério essencial para a qualidade de vida da população, cresceu de forma mais rápida durante o governo Fernando Henrique que durante o governo Lula.

     De 1994 a 2002 (FHC) cresceu 55,16% em número absoluto ou 5,65% ao ano
     De 1994 a 2002 (FHC) cresceu 19,23% em proporção do total ou 2,22% ao ano

     De 2002 a 2007 (Lula) cresceu 29,52% em número absoluto ou 5,31% ao ano
     De 2002 a 2009 (Lula) cresceu 14,62% em proporção do total ou 1,97% ao ano

     Acesso à Energia elétrica
     O percentual de domicílios com acesso à rede elétrica, outro critério essencial para a obtenção de um bom nível de qualidade de vida, cresceu muito mais rápido durante o governo anterior que no governo atual.

     De 1994 a 2002 (FHC) cresceu 7,44% ou 0,90% ao ano
     De 2002 a 2009 (Lula) cresceu 2,48% ou 0,35% ao ano

     Porcentagem de Domicílios com geladeira
     O refrigerador tornou-se item essencial para a família. Mesmo assim, ainda existem domicílios que não possuem este eletrodoméstico. A proporção de domicílios com geladeira cresceu muito mais rápido durante o governo Fernando Henrique que no governo posterior.

     De 1994 a 2002 (FHC) cresceu 20,75% ou 2,39% ao ano
     De 2002 a 2009 (Lula) cresceu 8,30% ou 1,15% ao ano

     Porcentagem de Domicílios com televisão
     Aparelho televisor, mesmo não sendo essencial à sobrevivência, é de grande importância para o tempo de lazer da população, influenciando assim a qualidade de vida. Acesso à televisão cresceu mais rápido no governo anterior que no governo atual, apesar da às vezes dramática diminuição nos preços.

     De 1994 a 2002 (FHC) cresceu 18,73% ou 2,17% ao ano
     De 2002 a 2009 (Lula) cresceu 6,66% ou 1,30% ao ano

     Porcentagem de Domicílios com telefone
     O telefone tornou-se um item essencial à qualidade de vida do cidadão. Antes considerado um bem de difícil acesso, após a privatização do setor sua disponibilidade cresceu vertiginosamente. A tabela abaixo resume os dados de crescimento no acesso a linhas telefônicas nos últimos governos.

     De 1994 a 2002 (FHC) cresceu 224,21% ou 15,84% ao ano
     De 2002 a 2009 (Lula) cresceu 37,82% ou 4,69% ao ano

     Mortalidade infantil
     A alta mortalidade infantil era um dos problemas mais trágicos do Brasil. Felizmente, a estabilidade e o desenvolvimento tem permitido uma queda progressiva no número de crianças que morrem antes de completar um ano de idade. A queda neste número foi, no entanto, muito mais pronunciada durante o governo Fernando Henrique que durante o governo Lula.

     De 1997 a 2002 (FHC) caiu 21,94% ou 4,83% ao ano
     De 2002 a 2007 (Lula) caiu 20,16% ou 2,78% ao ano

     Taxa de pobreza
     A taxa de extrema pobreza indica, segundo o IPEA, o 'percentual de pessoas na população total com renda domiciliar per capita inferior à linha de extrema pobreza (ou indigência, ou miséria). A linha de extrema pobreza aqui considerada é uma estimativa do valor de uma cesta de alimentos com o mínimo de calorias necessárias para suprir adequadamente uma pessoa.' Já a taxa de pobreza indica, também segundo o IPEA, o ' Percentual de pessoas na população total com renda domiciliar per capita inferior à linha de pobreza. A linha de pobreza aqui considerada é o dobro da linha de extrema pobreza.'

     De 1994 a 2002 (FHC), a taxa de extrema pobreza caiu um total de 6,28%, com uma variação de -30,98%.
    De 2002 a 2009 (Lula), a taxa de extrema pobreza caiu um total de 6,71%, com uma variação de -47,96%. 

     De 1994 a 2002 (FHC), a taxa de pobreza caiu um total de 8,58%, com uma variação de -19,96%.
     De 2002 a 2009 (Lula), a taxa de pobreza caiu um total de 12,98%, com uma variação de -37,73%.

     - Lula avançou mais nessa área, no entanto, FHC avançou bastante também.

     Evasão escolar
    Evasão escolar é algo extremamente preocupante em qualquer sociedade, principalmente na idade normalmente associada ao ensino secundário - que pode fazer uma diferença crucial na vida de uma pessoa. Enquanto o número de crianças de idade entre 15 e 17 anos que não frequentavam a escola caiu dramaticamente durante o governo Fernando Henrique, este número permaneceu preocupantemente estável durante o governo Lula.

     De 1994 a 2002 (FHC) variou -51,44% ou -8,63% ao ano
     De 2002 a 2007 (Lula) variou -4,32% ou -0,88% ao ano

     Acesso à universidade
    Acesso à universidade é uma medida clara do desenvolvimento da educação em um país. Segundo o censo da Educação Superior do Instituto Nacional de Estudos e Pesquisas Educacionais Anísio Teixeira fornece dados a respeito.

     De 1995 a 2002 (FHC) o número de matrículas em instituições federais cresceu 44,65% ou 5,42% ao ano
     De 2002 a 2008 (Lula) o número de matrículas em instituições federais cresceu 20,97% ou 3,22% ao ano

     De 1994 a 2002 (FHC) o número total de matrículas no ensino superior cresceu 109,50% ou 9,69% ao ano
     De 2002 a 2008 (Lula) o número total de matrículas no ensino superior cresceu 45,98% ou 6,51% ao ano

     Índice de analfabetismo
     O índice de analfabetismo indica o percentual da população total, acima de 15 anos de idade, que não sabe ler nem escrever um bilhete simples.

     De 1995 a 2002 (FHC) caiu 27,77%% ou 3,99% ao ano
     De 2002 a 2007 (Lula) caiu 15,60% ou 3,33%% ao ano

     Salário mínimo

     De 1994 a 2002 (FHC) o salário mínimo cresceu 208,68% ou 15,13% ao ano
     De 2002 a 2010 (Lula) o salário mínimo cresceu 155,00% ou 12,41% ao ano

     Carga tributária

     Carga média de 1994 a 2002 (FHC) de 30,07%, carga tributária em 2002 de 32,35%
     Carga média de 2002 a 2007 (Lula) de 33,47%, carga tributária em 2007 de 34,70%

     Taxa de crescimento econômico

     Crescimento mundial durante governo FHC: 24,27% ou 2,75% ao ano
     Crescimento mundial durante governo Lula: 74,46% ou 8,27% ao ano

     Crescimento do Brasil no governo FHC: 19,74% ou 2,28% ao ano ou 82,77% da média mundial
     Crescimento do Brasil no governo Lula: 27,66% ou 3,55% ao ano ou 42,91% da média mundial

     - Durante o governo Lula, o Brasil cresceu muito menos que o resto do mundo
     - Durante o governo FHC, o Brasil cresceu apenas um pouco abaixo da taxa média do resto do mundo

     Evolução no governo FHC em relação à média anterior: 73,33%
     Evolução no governo Lula em relação à média anterior: 55,88%

     - Mesmo havendo maior crescimento absoluto no governo Lula, a TAXA anual média de crescimento da economia CRESCEU muito mais no governo FHC que no governo Lula 

     Investiemento público

     Em 2002 (FHC): R$ 904 milhões
     Em 2008 (Lula): R$ 581 milhões

     Nível de desemprego

     Final do governo FHC (dez/2002): 6,17%
     Final do governo Lula (set/2010): 6,9%

     Inflação ao consumidor

     Inflação acumulada de 1990 a 1994 (Collor/Itamar): 41.941.718,61%
     Inflação acumulada de 1995 a 2002 (FHC): 114,43%, ou 0,00028% do acumulado anterior. Queda de 99,99972% em relação ao governo anterior.
     Inflação acumulada de 2003 a 2010 (Lula): 47,72%, ou 41,71% do acumulado anterior. Queda de 58,29% em relação ao governo anterior. 
     - Queda na inflação acumulada foi muito maior no governo FHC que no governo Lula
     - Fernando Henrique, como Ministro da Fazenda, implantou o Plano Real, que controlou a hiperinflação
     - Governo FHC consolidou a estabilidade do plano real

     Dívida pública federal

     Dívida pública federal ao final do governo FHC (12/2002): R$ 560.828.810.000,00
     Dívida pública federal ao final do governo Lula (10/2010): R$ 985.808.530.000,00

     - A dívida pública federal líquida ao final do governo Lula é quase o dobro da dívida ao final do governo Fernando Henrique


     Portanto, muito cuidado ao falar mal do governo FHC. Busque fatos e informações verdadeiras, não se baseie no senso comum que muitas vezes é falho.

     ENFIM, ACREDITO SER SUFICIENTE A ARGUMENTAÇÃO QUE APRESENTEI NESSE EXTENSO ARTIGO, TENTEI DEIXÁ-LO O MAIS COMPLETO POSSÍVEL. PORTANTO, SÓ ESPERO QUE COMPAREM E SAIBAM DETECTAR AS MENTIRAS LEVANTADAS NESSAS ELEIÇÕES. E LEMBREM-SE QUE DILMA NÃO É LULA, ASSIM COMO SERRA NÃO É FHC. PAREM PRA REFLETIR, POIS SÃO OS PRÓXIMOS 4 ANOS QUE ESTÃO EM DISCUSSÃO.

     Votem em ideologia.
     Votem em proposta.
     Votem em biografia e histórico.
     Votem em realizações.

     Espero muito que esse debate continue, pois também acredito ser de extrema importância. Deixem suas argumentações também.

     Sou grato a quem depositou seu tempo lendo a minha resposta.
     Muito obrigado.

26 comentários:

Lucelma Camillo Rigante Registro/ SP disse...

Parabéns, vc fala tudo o que nós queremos falar, porém com muita propriedade.
Bjs

Buscando disse...

Parabéns, Matheus!
Gostaria de saber a tua idade,
você parece bem jovem e ao mesmo tempo um adulto bem informado, diga-se...
Gostaria que vc acrescentasse a respeito da Bolsa Família, a qual foi criada por Ruth Cardoso.
Veja no fórum da comunidade de Jose Serra.
Um abraço!

Marco Moreira Lima disse...

Parabéns, Matheus.
Um dos piores legados do PT e Lula no poder é a interdição do saudável debate economico, da discussão de números e propostas. Eles nos impuseram seus números de fantasia e vc soube pesquisar e comparar adequadamente a verdade dos fatos. Vou seguir seu blog.

Mateus Martins disse...

Tenho 18!

O assunto que mais me interessa é política procuro estar sempre bem informado pra saber decidir corretamente.

De certa forma, falei que o Bolsa Família começou a ser criado no governo FHC por meio dos outros programas assistêncialistas, como o Bolsa Escola e o Bolsa Alimentação. O que aconteceu no governo Lula foi a integralização dessas bolsas, sugerida pelo até então governador de Goiás Marconi Perillo (PSDB). Vale lembrar também, que o Lula antes de ser presidente fez oposição aos programas socias, definindo-os como esmola, e hoje, usa-os como seu maior trunfo. Um absurdo não acha? Quanta hipocrisia e incoerencia.

Obrigado por deixar a sua opinião.
Acompanho a comunidade do Serra assiduamente.

jose henrique disse...

Muito bom!
As informações são altamente esclarecedoras.

lia disse...

Eu gostei muito Matheus....Mas acho que alquem
tem que ir pra tv e falar do FHC, da importancia do que ele fez pra o Brasil e sem o que ele fez Lula não teria um Brasil sem crise e forte so p/ continuar e crescer...PRIVATIZAÇÂO o que era as impresas antes e o que beneficios trouxe p/ todos, e falar tambem das privatizaçoes que Lula fez e o a verdade sobre a Petrobras...Pq a Dilma so fala sobre FHC e Privatização e a maioria do povo não tem informçao sobre isso e acredita nela e acha que o Brasil começou c/ Lula. Tambem diz para o povo que FHC ja tem outra ocupação e quem vai ser eleito é Serra e ele é so amigo de FHC e dizer tb que em vez de DIlma ficar so falando do passado pq eles não fizeram em 8 anos o que eles achavam que estava errado...Acho que isso devia ser feito por alquem respeitado pela população. Teria que passar umas vezes ao dia na tv p/ a população saber a verdade, com certeza essa dilmerda teria que mudar o discurso . e Serra vai ganhar muiiiiitosssss votos

Eu trabalho c/ publico e sei que é esse esclarecimento que falta p/indecisos e alguns PTistas mal informado....

helen térra disse...

Amigo tomei a liberdade de colocar sua matéria na minha comunidade..
Parabéns ...
e dessas informação que o povo precisa ver

Rafael M disse...

Sobre o video
comento sobre o resto


1 - Brasil é um pais laico, se vcs querem um Religioso pq nao votaram no Eymael.
e isso realmente nao tem nada a ve com politica
a pessoa nao eh menos moral por se ou nao cristão
Mas se vc prefere, votem no serra maçon

2- Ela nao eh AFAVOR Do aborto, ela eh afavor da legalização
pq aborto existe no brasil
soh q rico tem tratamendo atém no exerior
pobre usa agulha de croche e nao tem a aonde recorrer

3 nao eh pq ela fez uma acusação, q ela nao seja
proxima, como ela mesmo disse: existem MAIS proximidades do que diferenças.
Nao significa q elas pensem iguaizinho
Pq vc nao coloca o trecho em q serra diz "Dilma e Marina tem muitas coisas parecidas"
e dps pede apoio dela abertamente, e fala q eles pensam igual

/watch?v=fxTEDfyoezs

4 sobre erenice

conversaafiada . com . br / politica / 2010 / 09 / 16 / sigilo-erenice-e-a-operacao-lunus-2010 /

conversaafiada . com . br / politica / 2010 / 09 / 17 / como-serra-e-o-pig-derrubaram-a-erenice-em-2002 /

5 dilma fica com razão com raiva
ta cheio de PIG falando a vontade sobre ela
mas quer ver qm ficou realmente nervoso

/watch?v=JobS0spM70w

/watch?v=3F1gFJaRuzA

/watch?v=dRCFA3VdLxY

/watch?v=rlPrV--StUk

/watch?v=NAhNIpRe3Dg

/watch?v=AL1_VtMxjKA

/watch?v=IPfNX9FgHJM


6 CPMF?
isso dai vai atingi aburguesia
por isso a grande elite ta contra o PT
o pobre nao vai te mais q camela como antes
mq vai paga um preço justo eh qm realmente tem dinheiro
e esse dinheiro vai pra qm precisa de ajuda, como ja ta acontecendo

7 falto o resto da materia, pq vc nao poe AOND ela queria construi novo aeropoto
q nao sao NOS MESMOS LUGARES (manipulação classica tucana)

8 MULHER de EX-guerrilhiero
se for fala de qm eh contratado de quem
nem preciso fala do indio(vice) q superfatura merenda e do seu acessor q sumiu com 4 milhoes

9 Globo e sua credibilidade, engraçado q agora q foi provado q foi tudu armação tucana, nem a globo e MT menos o sr. serra falam do assunto. alias serra nem gosta mais de fala disso

10
Voce lembra de Salete Lemos da rede cultura, q foi demitida apos critica o Plano Bresser
O Bresser é do PSDB q obviamente apoia José Serra
E do Heródoto Barbeiro q foi demitido tbm da tv cultura apos criticar pedagio do sr. serra

/watch?v=vsfg3iUR5sA
/watch?v=ZK4s6KaUdzc

11 gorverno eh gorverno, movimento eh movimento

12 ela falo isso dps do q teve
e isso foi algo inevitavel
coisa q pode acontecer em qlquer lugar do mundo...
se vc ta reclamando de 1 dia d apagão
se esqueceu da epoda do FHC q TODO Dia eu cheva em casa e eu nao tinha luz em casa
alem dos outros apagoes sortidos q tinha no meio do ano

13 o encontro ouve, soh isso?

Mateus Martins disse...

Agradeço aos comentários. Principalmente aos elogios de Lucelma, Buscando, Marco Helen, Jose.


Lia:
Obrigado pelo comentário. Concordo plenamente contigo. Os benefícios de FHC devem ser mostrados na TV, na campanha de Serra, porém de maneira sutil, pra não sobrecarregar a propaganda, e cometer o mesmo erro que o PT cometeu no 1º turno, quando só falou de Lula, Lula e mais Lula, prejudicando Dilma e fazendo o eleitor desconfiar da capacidade de Dilma andar com as próprias pernas. Portanto, FHC deve sim aparecer, mas com moderação, isso, com certeza, destruiria esse senso comum falho instituído pelos petistas, de que FHC acabou com o Brasil e que foi Lula quem fez o país renascer. Acho antiético por parte deles, mas enfim, quem tem que se defender somos nós (conhecedores da verdade) e o PSDB.

Refael:
O brasileiro se preocupa sim com valores, com ideologia. Apesar do Brasil ser um Estado oficialmente laico, na prática, não é. Um país, onde 90% é cristão, leva em conta o posicionamento religioso de um governante, ainda mais se for para um cargo de extremo poder, quanto a presidência. Além disso, lembre-se, as pessoas se preocupam porque Dilma é radical e faz de tudo pra impor suas ideias, portanto, é natural o medo e a preocupação dos religiosos.
Mas mesmo assim acho que isso não é tão crucial. O grande foco está na incoerência e na hipocrisia de Dilma nessa campanha presidencial. Não é a mesma Dilma de antes das eleições, é só pesquisar e comparar, está nítido. E ela depois vem dizer que é o Serra que tem mil caras, que grande absurdo! Como Marina dizia, não se deve fazer de tudo, entrar no 'vale-tudo eleitoral', só pra conquistar votos, deve-se manter princípios e valores éticos. Se Dilma está sendo tão falsa e antiética na campanha, parou pra imaginar como seria na presidência? (deu pra perceber que como Ministra ela já jogou sujo. Seu braço direito envolvido em escândalos, não é possível que ela não esteja envolvida, não é mesmo?! Afinal, tudo acontecia na sala ao lado.)

Enfim, Rafael, você tem que saber comparar, estude um pouco mais a história recente do Brasil, não fique limitado a blogs petistas (como o Conversa Afiada. Liberte-se disso. São mentiras atrás de mentiras. Falo isso com propriedade, pois acompanho esse site do Paulo Henrique Amorim) Além do mais, se você pesquisar melhor, saberá argumentar com mais veemência, ou quem sabe, com mais informações, você mude de posição, não é?! Acho mais provável, uma vez que quem sabe a verdade e compara, em geral, não vota Dilma.

Também pare para pensar:
1 - Você teria celular hoje se não fosse o FHC?
2 - Você teria esse poder de financiamento, tanto de automóveis, quando de imóveis, se não fosse o FHC?
3 - Você teria seu salário valorizado devido à estabilidade da moeda se não fosse o FHC?
4 - Você teria o poder de compra que tem se não fosse o FHC?
5 - O Brasil teria tantas empresas brasileiras, mas de capital aberto, tão bem valorizadas se não fosse o FHC?
6 - O Brasil teria dado o primeiro passo para a saída da miséria se não fosse o FHC?
.
.
.
por outro lado
.
.
.
1 - O Brasil teria tantos escândalos de corrupção se não fosse o Lula?
2 - O Brasil teria uma justiça tão lenta se não fosse o Lula?
3 - O Brasil seria um dos piores países do mundo no âmbito educacional se não fosse o Lula?
4 - O Brasil teria o retrocesso que teve na saúde se não fosse o Lula?
5 - O Brasil teria estagnado os investimentos públicos se não fosse o Lula?
6 - O Brasil teria essa rivalidade mesquinha de PT X PSDB se não fosse o Lula?
.
.
.
Enfim a principal questão:
O LULA TERIA TANTO ORGULHO QUE TEM DO SEU GOVERNO SE NÃO FOSSE O FHC?

Obrigado.

Mateus Martins disse...

Veja esse vídeo:
http://www.youtube.com/watch?v=xemHqVVcYcI

O cara falou tudo.

Anônimo disse...

Cara, tu mandou muito bem.
Aproveito para indicar vídeo do link abaixo:
.
http://www.megaupload.com/?d=MZY0XKCZ
.
Marcos
.
.

Tania disse...

Mateus, fantástica a sua matéria. Isso é que eu chamo de geração indigo e blue.
Repassarei para os meus amigos, que não estão satisfeitos com o atual governo. Eu particularmente votei na Marina, (falo com muito orgulho).
Agora optei pelo Serra!
Por infinitas razões...precisamos, mudar esse quadro ou melhor o Brasil.
Grande abraço!
Tania Sá

Mateus Martins disse...

Valeu pelos comentários.

Tania: Só não votei na Marina porque infelizmente a política no Brasil é muito polarizada entre PT e PSDB, além de que a Marina não tinha coligação partidária, mas juro que fiquei na dúvida.

Acredito que ela tenha saído coma a grande vencedora das eleições, dependendo do que vier a acontecer, em 2014 tem grandes chances de eu votar nela. Quem sabe?!

Anônimo disse...

Parabéns pela matéria,vou emviar aos meus amigos agora vamos votar em Serra para dar continuidade é 45 neles.

Anônimo disse...

Parabéns Mateus é de pessoas como você que o nosso
BRASIL precisa, para mudarmos o rumo no nosso PAÍS. Uma pessoa bem informada e de idéias claras,
suas pesquisas foram de grande valia para muitos
brasileiros. Você só esqueceu de comentar que o Governo FHC não fêz mais pelo país porque, passou por cinco CRISES em seu segundo mandato! abraços

Mateus Martins disse...

Muito Obrigado.

POis é esqueci de mencionar as crises enfrentadas pelo FHC... isso é realmente crucial, bem lembrado. São por causa dessas crises que ele não tem tanta popularidade e reconhecimento da população. Infelizmente, o Brasil não sabe olhar amplamente o passado.

Anônimo disse...

Parabéns pela matéria, estou divulgando bastante principalmente para os petralhas

Mateus Martins disse...

Isso, o mais importante é a divulgação. Vamos virar essa eleição.

Anônimo disse...

Parabéns Mateus pela iniciativa de um debate acerca das questões políticas relevantes para o país, realmente a intenção do seu blog instiga debate sobre elas, mas tenho que me posicionar contra grande parte delas, pois como os dados apresentados e algumas afirmações feitas percebo um alto grau de deturpação e parcialidade, o que não é interessante para que haja uma evolução no debate político.

Mateus Martins disse...

Claro, não me mantive imparcial mesmo.

Esse artigo eu escrevi em resposta a um email que recebi de um petista, falando absurdos. Aí a intenção desse texto foi contradizer com provas o que ele defendeu no email. Por isso, não se trata de um texto imparcial, uma vez que o objetivo foi de contra-argumentar esse petista.

Quanto ao título do post ser 'debate político', é justamente por isso, pois eu entrei em um debate com ele a cerca disso, ele defendendo a Dilma e eu contra-argumentando. Isso ocorreu no email coletivo da minha sala de faculdade, onde todos puderam acompanhar e opinar sobre esse debate.

Só reproduzi (colei) a minha resposta aqui no blog, para se tornar público.

Entende?

Anônimo disse...

Nossa, mto bom, tbm estou divulgando bastante.

Seu blog entrou nos meus favoritos.

Mas há algum dado oficial q comprove mesmo o que vc diz? Não estou dizendo que é falso, mas gostaria de perguntar caso vc pudesse... e tbm gostaria de saber dessas crises :/

Mateus Martins disse...

Os dados que apresentei são de fontes confiáveis como o IPEA, o IBGE, etc... estão todos reunidos nesse site: http://pt-br.governobrasil.wikia.com/wiki/Governo_Brasil_Wiki

Lá tem as referentes fontes.

Quanto às crises:FHC enfrentou diversas crises mundiais durante seu governo, como a crise do México em 1995, a crise asiática em 1997-98, a crise russa em 1998-99 e, em 2001, a crise argentina, os atentados terroristas nos EUA em 11 de setembro de 2001, a falsificação de balanços da Enron/Arthur Andersen. Em 2002, a própria eleição presidencial no Brasil, em que se previa a vitória de Lula, causou mais uma vez a fuga de hot-money, elevando o preço do dólar a quase R$ 4,00, devido ao medo do mercado financeiro em aplicar em um país prestes a ser governado por um personagem pertecente a um partido de passado de esquerda radical, que teve postura aguerrida contra o Plano Real e as reformas econômicas. Porém, Lula manteve a política de FHC depois de eleito.

Tá aí!

Anônimo disse...

menino Mateus, vc diz Votem em ideologia, votem em proposta, votem em biografia, histórico e em realizações, mas o candidato que vc apoia nao tem proposta nenhuma, inclusive as que apresenta são ridiculas, como o aumento do salario minimo, 10% para aposentados, 13º do bolsa familia, porpostas claramente eleitoreiras!!

mais, vc sabe o que é ideologia???

mais ainda, seu candidato protagonizou o maior retrocesso em campanhas eleitorais, discutindo aborto e fé religiosa...
em vez de apoiá-lo, vc deveria se envergonhar! se envergonhar de um candidato que quer a todo custo ser presidente, apenas por interesses próprios, um candidato que nao tem coragem de bater de frente com o atual presidente (ou seria coragem de bater de frente com 80% de aceitação??)

Mateus Martins disse...

Serra não tem proposta? Ahhh tá, quem tem é a Dilma né?! HAHA Parece piada.

Além de Serra manter as boas práticas do atual governo, Serra é a opção de quem quer MAIS para o Brasil. Enfim, é bom que os brasileiros saibam a diferença de continuidade e continuísmo. Serra propõe a continuidade com intensificação do crescimento e melhorias, já Dilma se resume em uma frase: "continuar o que já foi implantado por Lula", ou seja, ela não apresenta nada de novo, isso é continuísmo. Acredito que não esteja bom como está, ou, para você, a Educação, a Saúde e a Segurança estão caminhando bem? Pense nisso! Aposte em quem propõe MELHORIAS, aposte na MUDANÇA. É uma mudança sadia, como está não pode ficar.

Algumas propostas do Serra:

SAÚDE:
- Construção de mais de 150 policlínicas e hospitais regionais
- Volta dos multirões
- Distribuição gratuita de remédios e aumento da produção de genéricos
- Rede Zilda Arns para deficientes físicos
- Mãe Brasileira para as gestantes
- Centro de tratamento de dependentes químicos
- Obras de saneamento básico e redução do imposto sob água e esgoto

Recursos existirão, pois Serra propõe aumentar para 10% do orçamento os investimentos na saúde, dando prioridade à área que foi abandonada no atual governo.

EDUCAÇÃO:
- Capacitação e valorização de professores
- Construção de escolas, possibilitando abrir novas vagas (inclusão educacional)
- Investimento em material didático, medenda escolar
- Escola de tempo integral e com acesso à internet banda larga
- 2 professores no 1º ano do E. Fundamental
- Ampliação do Prouni
- 1 milhão de vagas em escola técnica, ensino que gera emprego
- Implementação do Protec, o Prouni do ensino técnico

SEGURANÇA:
- Ministério da Segurança e Guarda Nacional, para o enfrentamento do crime organizado e a ocupação das fronteiras dificultando o contrabando de armas e drogas
- Cadastro Nacional de Criminosos

ECONOMIA:
- Redução de impostos sobre remédios e alimentos, impulsionando o consumo
- Redução da taxa de juros, impulsionando o crédito
- Ampliação do Bolsa Família
- Aumento bem acima da inflação do salário mínimo, que irá para R$600 já em 2011
(esses 2 últimos, possibilitam o aumento da renda das famílias e gera consumo)
- Investimento em obras de infra-estrutura de fato, ou seja, tirar o papel as obras do PAC. O que gera empregos

Essas são algumas propostas, quer saber mais:
http://www.serra45.com.br/propostas/temas

Quanto ao cumprimento do prometido: Eu prefiro confiar em um homem de história e que já provou que faz e fez como ministro, prefeito, governador e parlamentar, do que ariscar e votar na Dilma, uma mulher que provou ser incompetente ao gerir o PAC, o MCMV e o LPT.

Pare e compare. Mude para o melhor. Se não está bom com Lula, imagina com Dilma.

Mateus Martins disse...

Tem mais:

Quando me refiro a votar em quem TEM ideologia quero dizer a respeito da coerência de pensamentos e posições políticas, religiosas e sociais.
Enfim, Serra tem um discurso coerente, e é o mesmo ontem, hoje e amanhã, já a Dilma.... Tá mais do que provado de que ela é mais falsa do que nota de R$3.
Ela sim é quem quer ganhar a todo o custo essa eleição, prova disso é que ela mente, ataca, ofende constantemente. Cabe ao Serra se defender e apresentar as verdades para não deixar que o povo se manipule, assim como você "Anônimo" (último que escreveu antes de mim), que já deve ter se deixado manipular, porque é fraco e não corre atrás dos fatos, baseando-se apenas nos boatos criados pela REDE PETISTA e propagados pela imprensa VERMELHA.

Enfim, quem tem de ter vergonha sou eu mesmo, mas não do meu candidato, mas sim, dos brasileiros eleitores de Dilma (não todos, mas a maioria deles, os que não usam de argumentações coerentes, racionais, e de fatos), que infelizmente estão fechados para o debate democrático de uma eleição e que cada vez mais (esses petistas) se distanciam da realidade política brasileira.
É realmente VERGONHOSO, é por isso que a política brasileira vai de mal a pior, porque o debate é reduzido e 'medilcrizado' por militantes ou eleitores fanáticos que não querem analisar IDEOLOGIAS, PROPOSTAS E VALORES, e estão preocupados somente em eleger a todo custo um candidato, que nem ao menos conhecem, tudo isso simples e puramente devido à banalização da política tida por esses como uma guerra entre torcidas e/ou partidos.

No entanto, tenho a consciência de que estou fazendo a minha parte. Eu pesquisei, analisei, comparei, assisti A TODOS OS HORÁRIOS POLÍTICOS e A TODOS OS DEBATES, mantive-me informado do noticiário político, li artigos e assisti a explanações de professores, sociólogos, economistas, cientistas políticos das duas correntes, etc.
Tudo isso sempre analisando as duas faces da moeda, ulizando de diversas fontes. Inclusive visitei o site da Dilma, blogs petistas, etc.
Enfim, antes da campanha dessas eleições, entrei disposto a votar em qualquer candidato, entrei disposto a analisar igualmente a todos, para, assim, chegar ao melhor resultado possível.
E cheguei. Depois de muito questionar e correr atrás, tenho a consciência leve de que Serra é a melhor opção para o Brasil, pena que muitos ainda não tenham conhecimento disso, fazer o quê?!

Mateus Martins disse...

Tenho ORGULHO de votar no Serra e não vou me arrepender disso, já os eleitores da Dilma, não podem ter a mesma certeza, uma vez que não a conhecem. Não é mesmo?!

Postar um comentário